Era uma vez… a importância de contar histórias

Era uma vez… a importância de contar histórias

Quantos pais contam histórias pras crianças hoje? Histórias de heróis, princesas, sapos, dragões, castelos…poucos, não é mesmo? 

Com a chegada das tecnologias, ver uma criança com um livro na mão é realmente muito difícil. Na minha infância eu costumava ganhar livros de presente, já hoje, as crianças ganham tablet, notebook, e isso tem os seus dois lados. Existem livros digitais também, mas nada como você sentar no seu quarto, ligar um som bem baixinho, e começar a ler; a gente viaja no tempo, imagina cenários, personagens, e toda aquela história vira só sua, as princesas são como você imaginar, os heróis tem a cara que você quer, tudo por conta da imaginação. Eu não conheço nenhuma maneira de ir da praia ao deserto em um piscar de olhos a não ser nos livros.

Será que hoje é tão difícil conseguir contar uma história para as crianças? ou os pais que não se interessam? Dias de chuva, antes de dormir, naquela tarde que só está você e seu filho…existem vários momentos em que a leitura seria uma ótima distração. 

A Leitura de histórias infantis, ajuda a desenvolver um pensamento cultural e na personalidade de cada criança, ela é um processo desafiador e motivador.  

   A contação de histórias provoca na criança prazer, amor à beleza, imaginação, poder de observação, amplia as experiências, gosto pelo artístico, a estabelecer ligação entre fantasia e realidade.
                   As histórias enriquecem a experiência, a capacidade de dar sequencia lógica aos fatos, sentido da ordem, esclarecimento do pensamento, a atenção, gosto literário, ampliação do vocabulário, o estimulo e interesse pela leitura, a linguagem oral e escrita, etc…
Viu como existem inúmeros benefícios?
O que está esperando para ler aquela história divertida com seus pequenos?
uma dica: ” Adivinha o quanto eu te amo! ” Fábula de Sam Mc Bratney
Linda história de pai e filho, é uma das minhas favoritas, minha mãe contava na infancia, nunca mais esqueci, e hoje não sai do quarto do meu pequeno.

Participe com a sua Opinião